Bem vindo ao blog não-oficial do maior clube do concelho de Cascais,o GRUPO DESPORTIVO ESTORIL PRAIA! Desde 17 de Maio de 1939...POR AMOR A UM CLUBE E A UMA REGIÃO... E-mail do blog: vozestorilista@sapo.pt
Domingo, 3 de Fevereiro de 2013
Marco Silva promete resposta dos canarinhos na Mata Real
Marco Silva promete resposta dos canarinhos na Mata RealPor António Barroso
A- A A+

O Estoril vai defrontar o P. Ferreira na segunda-feira (20 horas), no Estádio da Mata Real, à procura de uma vitória que exorcize o menor rendimento da equipa da Linha nas últimas cinco jornadas.

O treinador dos canarinhos, Marco Silva, garantiu, na conferência de imprensa de antevisão do jogo, realizada este domingo, no Estoril, que o sétimo classificado «quer trazer os três pontos» do recinto do quarto classificado.

Marco Silva espera «uma boa resposta da equipa» que comanda e lamentou que, «por problemas burocráticos» - o certificado do jogador não chegou a tempo - ainda não tenha podido levar para o norte, onde a comitiva de 18 jogadores já se encontra, o mais recente reforço da equipa, o defesa central Yohan Tavares, emprestado pelo Standard de Liége.

João Paulo, ainda a recuperar de lesão, e Anderson Luís, suspenso por um jogo, são outras das baixas para este encontro, em que o treinador voltou a deixar de fora, por opção, o experiente médio Hugo Leal.

- Foi uma semana atribulada, saiu Bruno Nascimento, chegou Yahan Tavares. Os últimos do mercado afetaram a preparação?
- Não. Absolutamente nada! Até 31 de janeiro, o mercado esteve aberto e que havia jogadores nossos cobiçados. Felizmente para nós: é sinal de que estamos a fazer as coisas bem. Sabíamos que poderia acontecer uma ou mais saídas. Saiu o Bruno [Nascimento, emprestado ao Colónia], tínhamos, também, o alvo claramente identificado para o substituir [Yohan Tavares]. Foi algo que decorreu de uma forma natural.

- Steven Vitória também despertou interesse. Ficar sem os dois centrais habitualmente titulares é que não lhe passava pela cabeça?
- Naturalmente. Não era uma situação boa para nós. Por alguma razão, também eram os dois jogadores que vinham mais jogaram. Mas não aconteceu. O Bruno [Nascimento], felizmente deu um passo importante na carreira dele, que tudo lhe corra bem. Quanto ao Steven [Vitória], ficou e vai ficar como tem estado sempre: concentrado. É um jogador que conheço muito bem, e sei que isto não o afeta, pois é um profissional sempre muito concentrado no trabalho e em quem acreditamos muito.

- Yohan Tavares já será opção em P. Ferreira, ou ainda não?
- Não. Por burocracias normais das transferências internacionais. São coisas normais. A nível do certificado, a situação ainda não estava regularizada.

- Como estão os índices físicos de Yahan Tavares, que foi pouco utilizado na primeira equipa do Standard de Liége?
- Vai recuperar facilmente. Não estava a jogar na equipa principal, mas era quase sempre opção na B. Independentemente de isso não ser público, estivemos a par da sua situação. Atuou quase sempre pelos bês. Facilmente vai adquirir os ritmos necessários para ser opção no próximo jogo.

- Averbaram apenas quatro pontos nas últimas cinco jornadas. Uma vitória permite superar esta má fase?
- Sim, naturalmente. Queremos muito vencer. Passámos por uma situação, nomeadamente em dois jogos, com o SC Braga e com o Benfica, que interrompeu aquilo que vinha a ser a nossa série. Depois, nos últimos dois jogos, em casa, por variadíssimas condicionantes, não obtivemos aquilo que mais queríamos, que eram os três pontos. Mas estou em crer que segunda-feira os jogadores irão dar uma resposta muito boa. Sabemos que será um jogo muito complicado, mas queremos voltar às vitórias.

- Que P. Ferreira espera?
- Vamos ter pela frente um bom opositor, um bom adversário, que também está a fazer um excelente campeonato. Mas vamos a P. Ferreira com o objetivo de lutarmos pela vitória e conquistarmos os três pontos.

- Na sua contabilidade pessoal, contaria ter somado seis pontos nos últimos dois jogos, em casa, diante de Gil Vicente e Olhanense, não?
- Sim. Mas sabemos que no futebol, para mais numa competição tão equilibrada como esta, nunca podemos pensar que já os conquistámos, de antemão! Não há volta a dar. Por vezes, quando pensamos que a vitória está perto, ela não acontece, e, nos jogos mais difíceis, conseguimos obter o que queremos, os três pontos. Não adianta pensar antes do jogo começar. Adianta, sim, estarmos preparados para as dificuldades que os jogos nos vão colocar e depois, naturalmente, sermos uma equipa forte, concentrada e muito organizada. Em alguns momentos, tem-nos faltado um pouco aquela concentração que é necessária. Temos trabalhado esse pormenor, pois, por vezes, pequenos erros pagam-se caro e isso tem acontecido, um pouco, à nossa equipa.

- Acabar com 11 jogadores em campo também será um princípio para pontuar: Jefferson foi expulso diante do Gil Vicente, Anderson Luís com o Olhanense, e está suspenso para este jogo...
- Pois. Infelizmente, essa é das questões que não conseguimos controlar. Têm-nos acontecido algumas situações nos últimos dois jogos, nesse capítulo, que não foram agradáveis. Essas, não as trabalhamos durante a semana, porque não as conseguimos controlar. Conseguimos controlar a valia do adversário, as nossas valias como equipa, melhorar os nossos aspetos menos bons. De preferência, queremos acabar o jogo com 11, pois quando estamos em desvantagem numérica tudo se torna mais complicado.

- O P. Ferreira defrontou o Benfica, quarta-feira, na Taça de Portugal. Poderá acusar maior desgaste físico no jogo com o Estoril?
- Não, não passa por aí, porque os índices de confiança do P. Ferreira, neste momento, superam qualquer cansaço que a equipa possa ter. Não acredito num adversário cansado. Obtendo os resultados que têm obtido, os índices motivacionais e de confiança que a equipa tem superam qualquer cansaço.

- A camisola amarela é liderança no ciclismo, mas P. Ferreira e Estoril estão a ser duas das sensações deste campeonato, a par dos seus técnicos. Veremos duas das equipas que melhor jogam nesta Liga?- É claramente um excelente campeonato do P. Ferreira. Por alguma razão está no quarto lugar. E é uma equipa, acima de tudo, já muito madura, já com muitos anos de Liga e com jogadores muito batidos já no escalão maior. É uma equipa muito experiente, que em todos os momentos de jogo consegue sair a jogar, tranquila e bastante coesa: essas têm sido as grandes qualidades do P. Ferreira. Além da sua valia técnica, que tem, é uma equipa sempre muito concentrada, com jogadores muito experientes de primeira divisão. E isso nota-se bem, em determinadas alturas do jogo. Depois, é um campo que tem características muito próprias: na Mata Real, nunca é fácil jogar. Estamos preparados para tudo isso, dar uma grande resposta e lutar pelos três pontos, para os trazer para a Amoreira.

- Pode adiantar quem irá alinhar ao lado de Steven Vitória a central?- Não, os jogadores serão sempre os primeiros a saber.

- Além dos centrais, com Anderson Luís castigado, terá uma defesa retocada. Admite maior fragilidade neste jogo, ou está tranquilo?
- Há um jogador castigado, o Anderson, o Yohan e o João Paulo também não estão ainda disponíveis. A defesa será retocada mas são contingências do futebol e da própria saída do Bruno [Nascimento]. Por isso costumo dizer que não temos só 11 ou 12 jogadores, temos um plantel excelente. Confiamos em toda a gente, e confiamos que quem jogar irá dar uma resposta muito boa. É essa a minha perspetiva, pois trabalhamos para isso. E, como equipa, o Estoril precisa de dar uma resposta boa neste jogo.

- Sente maior tranquilidade no trabalho com os jogadores agora que as inscrições encerraram?
- Sim, mas isso não se passa só no Estoril. É uma consequência do bom trabalho que os atletas vinham a fazer. Serem cobiçados é fruto disso, não só neste como nos outros clubes. Vamos defrontar um adversário que também perdeu um jogador no mercado, e teve outros mais bastante cobiçados. É uma situação normal do futebol. Agora, os jogadores sabem que vão ficar até final da época e vão continuar concentrados. Havia, claramente algumas conversas, mas nunca vi, aqui, alguma falta de concentração dos atletas! As falhas de concentração que possam ter existido não se prenderam com o mercado: antes, e muito mais, porventura, com a equipa e com algumas situações pontuais do jogo do que com o mercado.
19:28 - 03-02-2013


publicado por gdestorilpraia às 20:08
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29

31


Sites úteis
posts recentes

Estoril em torneio de pre...

Estoril-V. Guimarães, 2-0...

Estoril Praia triunfa em ...

FPF paga a clubes

Estoril vista Escola Bási...

Estoril-Praia distinguido...

Vitória (3-0) em jogo de ...

Marco Silva promete respo...

Mendy inscrito apenas no ...

Plantel visitou Gelpeixe ...

arquivos

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

pesquisar
 
Federação de Blogs
Visitantes
St Petersburg Probate Lawyer
St Petersburg Probate Lawyer
Futebol de Ataque
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds